Home / Turismo / Araraquara rumo ao credenciamento como município de interesse turístico paulista

Araraquara rumo ao credenciamento como município de interesse turístico paulista

Na próxima semana o presidente do COMTUR se reúne com o presidente da AMITur para a entrega da documentação

Durante a última reunião mensal do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo de Araraquara, em 16 de junho, a Prefeitura entregou a documentação que faltava para que Araraquara possa se inscrever no credenciamento para município de interesse turístico paulista. A documentação será entregue na Capital pelo presidente do COMTUR, José Carlos Cardozo, em comitiva, ao presidente da AMITur – Associação Brasileira dos Municípios de Interesse Cultural e Turístico, Jarbas Favoretto, para encaminhamento junto a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo.

A próxima etapa desse credenciamento será a apresentação do Plano Diretor de Turismo de Araraquara, exigido para avaliação por uma comissão formada pela AMITur e pela Secretaria Estadual de Turismo, que inclui a apresentação do Calendário Turístico Municipal e Eventos Oficiais do Município, entre outras ações que venham destacar Araraquara na somatória de pontos para o credenciamento dentre os primeiros municípios de interesse turístico, que significa ter direito a recursos anuais do Estado de São Paulo para investimentos no setor turístico à nível municipal.

Uma das ações de destaque para Araraquara, deve ser o projeto de implantação do primeiro museu regional do homem do campo – Museu da Roça, no distrito rural de Bueno de Andrada, utilizando-se duas casas centenárias de uma antiga fazenda que foi desmembrada para formar o assentamento rural Horto de Bueno. A proposta do publicitário Théo Bratfisch, conselheiro da AMITur e membro convidado do COMTUR, é que o Museu abrigue uma galeria de imagens e registros históricos dos saberes rurais, com exposição fixa de objetos rudimentares utilizados na cultura agrícola no meio rural, uma loja com produtos artesanais e artesanato, além de um espaço gastronômico gourmet caipira. A área de responsabilidade municipal fica localizada próxima a vila do Distrito e as duas casas necessitam de reforma dos telhados, pintura, energia elétrica e serviço de jardinagem. A proposta de revitalização ao Executivo municipal, prevê que a comunidade, organizada em formato de pessoa jurídica, se responsabilize pela manutenção e preservação dos imóveis abandonados, em regime de cessão, onde a transferência da responsabilidade de manutenção isentaria quaisquer custos aos cofres públicos municipais, através de gestão autossustentável e moderna, como equipamento e ponto turístico regional paulista. Um grupo de pesquisadores, Mestres e Doutores da USP, UNICAMP e Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro se disponibilizaram a contribuírem com conhecimentos específicos de suas áreas de atuação para essa empreitada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *