Home / Notícias / Câmara celebra Dia Municipal do Farmacêutico

Câmara celebra Dia Municipal do Farmacêutico

Conselho Regional concede 2ª Comenda do Mérito Farmacêutico a Gilberto Pozetti

 

A Câmara Municipal comemorou na noite de quarta-feira, 20 de janeiro, o Dia Municipal do Farmacêutico, instituído por Lei de autoria do vereador Farmacêutico Jéferson Yashuda. Durante a solenidade, realizada no plenário do palacete Carlos Alberto Manço, o Conselho Regional de Farmácia – Seccional de Araraquara entregou a Gilberto Pozetti a 2ª Comenda do Mérito Farmacêutico em reconhecimento aos serviços prestados à profissão e à sociedade araraquarense.

A sessão foi conduzida pela vice-presidente da Câmara, vereadora Edna Martins (PSDB). A mesa principal contou ainda com a presença do vereador Farmacêutico Jéferson Yashuda (PSDB), do homenageado e sua esposa Márcia Regina do Amaral Pozetti, Fernando Cesar Guzzi, secretário municipal da Agricultura, representando o prefeito Marcelo Barbieri, Evandro Yashuda, presidente do Conselho Regional de Farmácia – Seccional de Araraquara, e da Professora Doutora Cleópatra Planeta, diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

Autor da lei que cria o Dia Municipal do Farmacêutico, o parlamentar Yashuda destacou que a Comenda indicada pelo Conselho o Regional é um reconhecimento da classe farmacêutica àqueles que se destacam na profissão. “A primeira foi entregue em 2015 a Arnaldo Buainain, que foi pioneiro e por cinco décadas em seu laboratório contribuiu para o diagnóstico da saúde em Araraquara. Agora é a vez de Gilberto Pozetti, professor-titular de Química Orgânica da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp. É uma honraria digna e merecida por seu extenso currículo”, completou.

Edna lembrou que Pozetti já recebeu da Câmara de Araraquara o título de Cidadão Araraquarense e enalteceu a história do homenageado. “Professores como o senhor inspiram as pessoas. Por isso está aqui novamente, desta vez recebendo um reconhecimento por sua profissão”, concluiu.

Acompanharam a cerimônia amigos e parentes de Pozetti. O vídeo da solenidade pode ser visto na programação da TV Câmara, no Canal 17 da NET digital e no site da Câmara (http://www.camara-arq.sp.gov.br/site).

 

Homenageado é referência em homeopatia

 

Filho de Mário Juliano Pozetti e Elvira Bisca Pozetti, Gilberto Luiz Pozetti nasceu em Catanduva no dia 10 de fevereiro de 1938. Lá estudou no Colégio Estadual e Escola Normal Dr Adhemar de Barros e Instituto de educação Barão de Rio Branco.

Formou-se farmacêutico pela Faculdade de Farmácia e Odontologia de Araraquara, atual Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp, em 1960.

A partir daí, foi acumulando cada vez mais experiência profissional e títulos. Doutor em Ciências, Membro da Academia Nacional de Farmácia, Professor Titular do IQ da Unesp, Especialista em Homeopatia, Presidente da Sub-Comissão da Farmacopeia Homeopática Brasileira, Conselheiro Vice-Presidente dos Conselhos Regional e Federal de Farmácia, Presidente da Associação Farmacêutica de Araraquara, da qual foi idealizador e um dos fundadores, entre outros.

Pozetti se notabilizou na Homeopatia. Ele conta que certa vez, voltando de ônibus para Araraquara, sentou-se ao lado de um rapaz. Segundo ele, foi a mão de Deus que o colocou ali junto ao médico homeopata Izao Carneiro, que vinha de São Paulo para abrir consultório em Araraquara e Ribeirão Preto. Com ele, montou um grupo de estudos frequentado por vários estudantes de Farmácia. Os encontros culminaram na criação do Instituto François Lamasson para formação de profissionais especializados em homeopatia, do que além de membro fundador foi professor e vice-presidente.

Entre os profissionais mais respeitados em sua área, o professor Gilberto Pozetti coleciona honrarias em seus 77 anos de vida, mais de meio século vivido em Araraquara. Ganhou o 1º Prêmio em Homeopatia, Medalha dr Alberto Seabra, em 1971 e 1982; foi Farmacêutico do Ano em 1976 pelo Conselho Regional do Estado de SP e recebeu o Certificado de Serviços Relevantes Prestados em 1977 da Câmara Municipal de São Paulo; e muitos outros. Tem dez livros publicados, sendo oito científicos e duas biografias.

Também foi agraciado com o Título de Cidadão Araraquarense pela Câmara de Araraquara em 2000. No ano seguinte, o Conselho Federal concedeu ao professor a Comenda do Mérito Farmacêutico.