Home / Notícias / Centro Afro participa de atividade no IFSP

Centro Afro participa de atividade no IFSP

O Centro de Referência Afro Mestre Jorge participou, na manhã desta quarta-feira (07), da primeira atividade interativa do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) realizada pelo Diretório Acadêmico. A coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Alessandra de Cássia Laurindo, explanou a palestra “Desmistificando cotas, explicando origens e combate ao racismo”, juntamente com o gerente do Centro de Referência Afro, Nelson Vicente Júnior, que dialogou com a plenária sobre as diversas questões polêmicas levantadas durante a apresentação. Para o presidente do DAFA, Luis Gustavo Lucatelli, aluno de licenciatura em Matemática, “cotas e racismo são assuntos que ainda geram um certo desconforto, pois é politicamente errado dizer que se é preconceituoso”. De acordo com Lucatelli “nós do Diretório Acadêmico da Federal de Araraquara achamos importante trazer este tema para dentro da universidade, pois seremos os pensadores e, mais que isso, pais e mães amanhã”.
O presidente do Diretório Acadêmico considerou um excelente trabalho realizado por Alessandra e Junior. “Eles expuseram e discutiram com legitimidade o assunto. É fácil falar quando se é branco, mas e quanto aos negros? Em nossa instituição mesmo, os negros cotistas não chegam a 5, mas cadê esses negros na universidade se na sociedade são 53% da população? Por isso é importante discutir o tema, nota-se que há um preconceito velado, mas o que fazemos para ajudar e inserir esses negros na sociedade? Como os contratamos? Quais serviços estão disponibilizados para eles? São assuntos que merecem respostas e precisam ser discutido, e refletido”, indagou Lucatelli.
Na visão dos gestores do Centro Afro a oportunidade de apresentar o trabalho desenvolvido pelo governo municipal, bem como resgatar todo processo histórico da escravização pautando a necessidade das ações afirmativas, são de fundamental relevância para que o público presente possa não só refletir, mas partir para mudanças comportamentais que leve de fato a desconstrução do racismo.
Vale destacar que a direção do IFSP também fará uma programação, em novembro, em parceria com o Centro Afro, para conscientização e fortalecimento do assunto na unidade.

[flagallery gid=107]