Home / Notícias / Ciclo de Estudos em Educação da Pedagogia da Uniara tem número recorde de participantes

Ciclo de Estudos em Educação da Pedagogia da Uniara tem número recorde de participantes

Evento, que contou com palestra e minicursos, foi realizado entre os dias 3 e 7, na unidade I da universidade

O “15º Ciclo de Estudos em Educação”, promovido pelo curso de Pedagogia da Universidade de Araraquara – Uniara, teve um número recorde de participantes. O evento, que contou com palestra e minicursos, foi realizado entre os dias 3 e 7 de outubro, na unidade I da instituição.

O coordenador da graduação, Uiliam Moraes Folsta, comenta que as atividades, com temas escolhidos pelas próprias alunas, “foram muito boas para o corpo docente, para elas, para o curso e até para os participantes de fora”. “Tivemos uma adesão de sessenta pessoas – estudantes, professores e profissionais –  de cidades da região, como Gavião Peixoto, Nova Europa e Américo Brasiliense”, relembra.

Na opinião do docente, a palestra “Laços e Embaraços na Relação Escola-Família”, da professora da Unesp, Márcia Argenti Peres, chamou muita atenção. “Ela levantou casos concretos e questões do cotidiano da escola e da família, e abordou o conflito que existe entre ambas pelo fato de, às vezes, o próprio docente não entender bem qual é o papel da escola em relação à família, assim como os pais não compreenderem a relação que devem ter com a escola. Acredito que foram muito produtivas as questões e discussões”, aponta.

Outro tema que se destacou, segundo ele, foi o “Abuso Sexual – Identificação e Prevenção”, explanado pela professora e psicóloga Sheila Soma. “Ela foi muito feliz nas colocações porque não ficou somente no discurso teórico e trouxe muitos casos relacionados à questão do abuso. Foi mencionado até mesmo um dos Estados Unidos ocorrido no século XIX, quando lembrou a primeira vez em que esse assunto se destacou. Foi bastante interessante”, comenta.

O minicurso “Autismo: Possibilidades de Atuação da Pedagogia”, ministrado pela professora e psicóloga Priscila Benitez, também atraiu muitos interessados, de acordo com Folsta, “por lembrar às atuais ou futuras docentes, que o aluno que está à sua frente pode ter uma série de problemas de adaptação à escola e ao meio, além das dificuldades de aprendizagem”. “Ele pode trazer consigo uma série de problemas físicos e mentais que o educador tem que levar em conta”, observa.

A dislexia também foi outro tema importante, na avaliação do coordenador. “A palestra ‘Dislexia dentro da Sala de Aula – Identificação e Estratégias’, da professora e fonoaudióloga Luciana Sborowiski Rueda, trouxe também alguns elementos que promoveram a reflexão do público”, diz.

Os participantes do Ciclo de Estudos também gostaram do minicurso “Atuação do Pedagogo com Detentos”, com a professora Cibele Mello. “Ela trouxe elementos que pensei que até assustariam as alunas, no aspecto pedagógico, mas ao ouvi-las, gostaram bastante ao conhecerem as dificuldades que os detentos têm em relação ao trabalho, e também as vantagens e a importância do pedagogo em sua ressocialização”, finaliza.