Home / Cultura / Domingo e terça têm desfiles na Passarela do Samba

Domingo e terça têm desfiles na Passarela do Samba

Evento no domingo tem início às 19 horas, com entrada gratuita

 A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart e apoio de demais secretarias, vem efetivando os preparativos para a realização do Carnaval Para Todos 2015. A cidade é uma das únicas da região com desfile das escolas de samba.

 Este ano o Desfile do Carnaval será realizado em dois dias: no domingo (15 de fevereiro) e na terça-feira (17), na Passarela do Samba, no Centro de Eventos de Araraquara e Região (Cear).

 No domingo a abertura dos desfiles terá início às 19 horas, com uma homenagem ao grande sambista falecido recentemente, Mestre Lau, com a Rua da Passarela do Samba recebendo seu nome: Estanislau da Silva. Em seguida, 19h30, haverá apresentação do Bloco do COMAD (Conselho Municipal Anti-Drogas) e, na seqüência, terá início o desfile com quatro escolas de samba, na seguinte ordem: Benê do Victório De Santi (20h), Gaviões do Selmi Dei (20h50), Mancha Araraquara (21h40) e Nação Quilombola (22h30). Na terça as escolas sagradas campeã e vice-campeã retornam à Passarela do Samba, a partir das 19h30.

A apuração da nota dos desfiles será realizada na segunda-feira (16), no Palacete das Rosas, sede da Secretaria Municipal da Cultura (localizada ao lado da Prefeitura), às 15 horas.

 “Aguardamos as famílias da cidade e região para prestigiarem o desfile, que vem sendo realizado com muito empenho pelas comunidades carnavalescas da cidade. Esperamos a realização de uma festa muito bonita para todos os foliões, com participação gratuita”, lembra o secretário municipal da Cultura, Renato Haddad.

Temas – Com temáticas distintas, as escolas de samba irão apresentar suas alas e destaques na Passarela do Samba. É requisito básico que todas as escolas desfilem com, pelo menos, 150 componentes e três carros alegóricos.

 Em 2014, a grande campeã foi a Mancha Araraquara, seguida pela escola Gaviões do Selmi Dei. Para este ano, todas as escolas prometem um grande show, querendo todas alcançar a colocação máxima. Portanto, o público pode esperar um desfile bastante original e criativo das escolas participantes.

 Os enredos dos desfiles 2015 são os seguintes: “Mancha em cena: sucesso no cinema” (Mancha Araraquara), “O grande espetáculo do circo” (Gaviões do Selmi Dei), “Minha África brasileira, meu Brasil africano” (Nação Quilombola) e “O Carnaval” (Benê do Victório De Santi).

 Estrutura – A segurança do CEAR será feita pela Guarda Municipal e contará com o apoio da Polícia Militar. A Prefeitura almeja realizar uma festa com a comunidade carnavalesca e famílias da cidade e região.

 Para atender aos foliões, será realizada a venda de bebidas e alimentos no bar comandado pela LESEC, dentro do CEAR, além do comércio de ambulantes realizado na parte externa.

 As duas noites de desfile terão a distribuição de camisinhas pela equipe do DST-Aids. Será montado um ponto de distribuição dos preservativos, sendo um montante de aproximadamente cinco mil unidades por noite. A idéia é realizar a divulgação do sexo seguro e reforçar o alerta sobre o uso de preservativos. Também o DST-Aids busca, no caso da Aids, destacar a importância do diagnóstico e do tratamento precoce.

 A Defesa Civil lembra que as medidas de segurança estão reforçadas nos desfiles deste ano. É solicitado e muito importante que o público não leve à Passarela do Samba: fogos de artifício, sinalizadores e serpentina metálica. Também é proibida a entrada de garrafas de vidro, materiais cortantes e perfurantes ou que possam colocar em risco o público.

 O coordenador da Defesa Civil, Edson Alves, alerta para que as pessoas por tem documentos pessoais, a fim de serem identificadas em situação de emergência, e também lembra que os condutores de veículos motores não façam uso de bebida alcoólica.

 Os cuidados com a dengue também terão atenção nas noites do desfile: a Vigilância em Saúde realizará atividades educativas, distribuindo leques e panfletos informativos, além de levar o divertido e curioso boneco da dengue para alegrar os foliões na Passarela do Samba.

 Programação paralela – Também no ritmo da folia, duas exposições carnavalescas estão em cartaz com entrada gratuita: a “História do Carnaval” está no Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria durante todo o mês e revela um pouco do evento festivo popular que movimenta o país em fevereiro. Fantasias, textos informativos e marchinhas estão no programa.

 Já na Casa da Cultura Luiz Antônio Martinez Corrêa é possível conferir a exposição de pintura “Il Carnavale Veneziano” com obras de Elaine Nascimento. A exposição – que segue até o dia 20 de fevereiro – apresenta ao público dez telas, além de seis máscaras trazidas de Veneza. Esta mostra revela a celebração mítica da cidade italiana, apresentando esta festa oriunda da elite financeira e cultural, que se disfarçava para sair e se misturar ao povo.

 Vale destacar que no próximo domingo (15), às 13h30, será inaugurado um palco de apresentações artísticas no Parque Pinheirinho, denominado Centro de Eventos Populares Manoel Cervan Vidal – Radialista “Manoel Moreno”. A abertura terá a apresentação da banda Batukada de Primeira e o retorno do grupo Alma Brasileira.

 Toda a programação é gratuita.

 [flagallery gid=60]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *