Home / Esporte / Guerreiras Grenás serão homenageadas na Câmara

Guerreiras Grenás serão homenageadas na Câmara

Campeãs invictas da VII Copa Libertadores da América do Sul de futebol feminino, em Medellín, Colômbia, as Guerreiras Grenás da Ferroviária/Fundespor serão homenageadas na Câmara Municipal pela conquista na próxima quarta-feira, dia 18, às 19 horas, em Sessão Solene para a entrega da Medalha do Mérito Esportivo às jogadoras. A propositura é da Mesa Diretora da Câmara, por indicação dos vereadores Dr. Lapena (PP) e Jair Martineli (PMDB).

A equipe teve uma recepção calorosa no retorno a Araraquara na última terça-feira, dia 10, com desfile em carro aberto pelas ruas da cidade. Presente no ato, o presidente da Câmara Municipal, Elias Chediek (PMDB) ressaltou a “grande vitória do futebol feminino araraquarense na América do Sul, que orgulha a população de toda a cidade”.  Também participaram da recepção, em frente ao Paço Municipal, os vereadores Jair Martineli (PMDB), Roberval Fraiz (PMDB), Edna Martins (PSDB), Jeferson Yashuda (PSDB), Gerson da Farmácia (PSDB), Leite do Corpo de Bombeiros (PRB), Donizete Simioni (PT), Édio Lopes (PT), Rodrigo Buchechinha (PT) e William Affonso (PDT, além do presidente da Fundesport Danilo Zero, de secretários municipais e outros representantes do governo e da população. Durante o trajeto, a população teve a oportunidade de saudar as meninas e a comissão técnica.

A delegação campeã da América do Sul foi constituída pelas seguintes atletas: Amanda Carolina, Daiane Rodrigues, Mimi Souza, Ana Barrinha, Thais Helena, Nuty Silveira, Bruna Almeida, Adriane Nenê, Isabela Queiros, Cacau Fernandes, Naiarah Inojo, Paty Paduim, Kemily Matias, Thaini Dias, Juliana Cardoso, Tabatha Silva, Luana Sartori, Rafaela Cristina, Juliana Bianchi e Nicoly Silva.
Já a comissão técnica teve o treinador Leonardo Mendes, o fisiologista Márcio Ferreira, o preparador físico José Carlos Rosa, o fisioterapeuta Zequinha Belisário, o médico Leonardo Cunha, o coordenador de futebol Douglas Onça e o gestor César Molina, além do repórter-fotográfico Tetê Viviani.

O título inédito para Araraquara e o Brasil foi conquistado pelas Guerreiras na final de domingo (8), após a vitória por 3 a 1 sobre o Colo Colo do Chile, em jogo disputado no estádio Atanásio Girardot, em Medellín.

Antes, a Ferroviária\Fundesport havia ultrapassado o São José do Brasil por 1 a 0, na partida semifinal do torneio. Também vinha de um empate de 0 a 0 com a Urquiza da Argentina e das goleadas contra o Colón do Uruguai por 4 a 0 e o Espuce do Equador por 5 a 0, nos jogos da primeira fase.

Números

Campeã internacional com todos os méritos, a equipe grená terminou, portanto, a competição de forma invicta, com quatro vitórias e um empate, marcando 13 gols e tomando apenas 1, em cinco jogos.
Os outros dois campeões brasileiros da Copa Libertadores da América do Sul foram o Santos FC, em 2009 e 2010, e o São José, em 2011, 2013 e 2014, porém, em edições disputadas no Brasil.

 

Câmara Municipal de Araraquara

Setor de Comunicação