Home / Cultura / “Movimento Hippie” distribuirá mudas frutíferas na terça-feira (24)

“Movimento Hippie” distribuirá mudas frutíferas na terça-feira (24)

Amora, acerola, pitanga e fruta do conde serão distribuídas a partir das 9h30 na Casa da Cultura

Nesta terça-feira, 24 de março, os artesãos do Movimento Hippie – que estão com exposição na Casa da Cultura Luiz Antônio Martinez Corrêa – irão distribuir mil mudas frutíferas de pequeno e médio porte, a partir das 9h30, na própria Casa da Cultura. Amora, acerola, pitanga e fruta do conde são as frutas selecionadas.

O secretário municipal da Cultura, Renato Haddad, na tarde desta segunda-feira (23) esteve com membros do Movimento Hippie e parabenizou a iniciativa do grupo. “É muito interessante a proposta dos artesãos hippies, pois além da exposição artística, eles também têm esse cuidado com o meio ambiente e a natureza, e nos brindam com a distribuição das mudas. Uma ótima iniciativa que deve alegrar o dia de quem passar aqui pelo Centro da cidade”, apontou Haddad.

O secretário lembrou que a exposição do movimento hippie, retrata a arte manual e remete a São José, o patrono dos artesãos justamente pelo seu trabalho manual e artístico de marceneiro. “Vocês produzem colares, brincos, pulseiras numa arte que requer muita aptidão e que, normalmente, tem um caráter decorativo e, daí tiram sua renda”.

Marcos Antônio Duarte Novaes, o “China”, um dos coordenadores do Movimento Hippie na cidade e região, disse que além de distribuir as mudas de frutas, os artesãos também irão conversar com as pessoas sobre a importância da preservação do meio ambiente. “A idéia é que as mudas frutíferas sejam plantadas na cidade para melhorar alimentação das pessoas e também para que os pássaros possam se alimentar, já que os pássaros estão migrando na zona rural para a urbana”, explica.

Vale lembrar que até o próximo dia 27 de março a Casa da Cultura apresenta a exposição “Movimento Hippie – sua História e sua Arte”, com realização da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart. A entrada é gratuita.

A exposição homenageia o Dia Mundial do Artesão, apresentando objetos e textos que retratam a realidade e a história do movimento hippie, desmistificando o movimento e seus artesãos. O trabalho apresentado é de vários artesãos hippies que comercializam seus trabalhos na Rua 9 de Julho. Colares, pulseiras, tornozeleiras, brincos e anéis, confeccionados com uma diversidade de materiais – entre outros objetos diferenciados da cultura hippie – ganham destaque na exposição.

“Respeitamos o estilo de vida que escolheram e os reconhecemos com artistas, então sintam-se prestigiados pela Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, pois terão o nosso apreço e apoio para que possam levar adiante a economia criativa da produção de artesanato em nossa cidade!”, defendeu Haddad.

O horário de visitação da exposição é: de segunda a sexta-feira, das 9 às 22 horas, e aos sábados, das 9 às 13 horas. A Casa da Cultura está localizada na Rua São Bento, 909, no Centro da cidade. Mais informações pelo fone (16) 3333-1159.

SERVIÇO:
Exposição “Movimento Hippie – sua História e sua Arte”

Local: Casa da Cultura Luiz Antônio Martinez Corrêa (Rua São Bento, 909 – Centro)
Período: até 27 de março
Horário de visitação: de segunda a sexta-feira, das 9 às 22 horas, e aos sábados, das 9 às 13 horas
Entrada gratuita

*Dia 24/03: Distribuição de mudas frutíferas
Local: Casa da Cultura Luiz Antônio Martinez Corrêa (Rua São Bento, 909 – Centro)
Horário: a partir das 9h30