Home / Cultura / O escritor Ignácio de Loyola Brandão e a cantora Rita Gullo estreiam em São Paulo o espetáculo Solidão no Fundo da Agulha que une música e literatura

O escritor Ignácio de Loyola Brandão e a cantora Rita Gullo estreiam em São Paulo o espetáculo Solidão no Fundo da Agulha que une música e literatura

Com direção de Marcelo Lazzaratto, Solidão no Fundo da Agulha coloca pai e filha juntos em uma viagem pelas memórias de um escritor com muita história para contar


2

Depois de dois anos viajando pelo Brasil, o espetáculo SOLIDÃO NO FUNDO DA AGULHA chega em São Paulo. A estreia acontece dia 10 de maio, terça –feira às 21h no Teatro Eva Herz e fica em cartaz todas as terças até 26 de julho.

A Fundação Carlos Chagas decidiu em 2013 reunir literatura, música e fotografia e convidou o escritor Ignácio de Loyola Brandão para escrever um livro de crônicas e contos inspirados em músicas que remetessem a momentos marcantes da vida do autor.

O repertório escolhido ganhou novas versões, foi gravado pela cantora Rita Gullo e gerou um CD que foi encartado com o livro, além das fotos que Paulo Melo Jr. fez especialmente para esses textos. O lançamento do livro “Solidão no fundo da agulha” em março de 2013 gerou o desejo de levar para o palco essas histórias.

O espetáculo SOLIDÃO NO FUNDO DA AGULHA leva o escritor Ignácio de Loyola Brandão aos palcos para contar histórias marcantes da sua vida. Momentos remetidos a canções interpretadas pela cantora Rita Gullo, filha do autor.

No repertório estão músicas como Amado Mio (Doris Fisher/ Allan Roberts) da trilha sonora do filme “Gilda”, que era proibido para crianças e que estimulou a criatividade do menino Ignácio, então com 12 anos de idade e que se fez presente muito anos mais tarde para ajudar o jovem jornalista a não voltar para a terra natal fracassado. Temas marcantes como Valsinha (Chico Buarque e Vinicius de Moraes), Que reste-t-il de nos amours? (Charles Trenet) e muitos outros ganham novo contexto ao vivo e permeados por lembranças.

Sobre Ignácio de Loyola Brandão

Ignácio de Loyola Brandão, 77 anos, nasceu em Araraquara, SP. Foi jornalista na cidade Natal e indo para São Paulo aos 21 anos, continuou a carreira. Trabalhou no jornal Última Hora, depois nas revistas Claudia, Realidade, Setenta, Planeta, Ciência e Vida, Lui e na Vogue. Publicou até o momento 37 livros.

Sua bibliografia contém romances, contos, crônicas viagens, infantis e uma peça teatral, A ÚLTIMA VIAGEM DE BORGES. Entre suas obras mais conhecidas estão ZERO, NÃO VERÁS PAIS NENHUM, CADEIRAS PROIBIDAS, O BEIJO NÃO VEM DA BOCA, DENTES AO SOL, O VERDE VIOLENTOU O MURO (em que previu a queda do Muro de Berlim nos anos 80), MANIFESTO VERDE. Entre os infantis estão O MENINO QUE NÃO TEVE MEDO DO MEDO, O MENINO QUE VENDIA PALAVRAS, O MENINO QUE PERGUNTAVA.

Em 2008 ganhou o prêmio Jabuti, com o MENINO QUE VENDIA PALAVRAS, considerado a melhor ficção do ano. Em 2011 lançou A MORENA DA ESTAÇÃO, crônicas sobre trens, ferrovias, estações.

Sobre Rita Gullo

Rita Gullo é cantora, atriz e historiadora.  Estudou canto lírico com Leilah Farah e canto popular com Ná Ozzeti, fez faculdade de História na PUC-SP e em seguida cursou Artes Cênicas no Teatro Escola Célia Helena. Hoje continua a pesquisa vocal em aulas com a cantora Regina Machado.

O primeiro disco, que leva seu nome, lançado em 2011, foi indicado para o Prêmio da Música Brasileira, teve a participação de Chico Buarque e o acompanhamento de músicos como Toninho Ferraguti (acordeon), Hanilton Messias (piano acústico e elétrico), Sizão Machado (contrabaixo), Webster Santos (violões de aço, de 6 e 12 cordas), Nailor Proveta (clarinete), Jonas Tatit (violão nylon), Adriano Busko, Guello e Bré (percussões), Fábio Tagliaferri (violas),Teco Cardoso (Flautas), Daniel D’alcântara (trumpet) e do compositor e violonista Mário Gil que além de tocar em algumas faixas, também assina a produção, direção musical e os arranjos, elaborados em parceria com o pianista Hanilton Messias (com exceção da faixa “O Cantador”, assinado por Jonas Tatit). O show de lançamento foi feito em parceria com a rede SESCSP e teve direção geral de Naum Alves de Souza, direção musical de Swami Jr. e participação de Renato Braz.

Como atriz participou de peças com Cia. Elevador de Teatro Panorâmico, com direção de Marcelo Lazzaratto, entre elas A Ilha Desconhecida e A Hora em que não sabíamos nada uns dos outros. Site: http://www.ritagullo.com

Sobre Marcelo Lazzaratto

Ator e diretor formado pelo Departamento de Artes Cênicas da ECA – USP, é Prof. Doutor em Interpretação Teatral no Departamento de Artes Cênicas da UNICAMP. Em 2000 cria a Cia. Elevador de Teatro Panorâmico, na qual exerce a função de diretor artístico, tendo realizado, entre outros, os espetáculos: Ifigênia, texto de Cassio Pires a partir do original de Eurípedes;Do Jeito que Você Gosta, de William Shakespeare indicada ao Prêmio Shell 2010; “Eu estava em minha casa e esperava que a chuva chegasse”, de Jean-Luc Lagarce; Ponto Zero, a partir da obra de Salinger, Kerouac e Godard; Peça de Elevador, de Cássio Pires; o espetáculo processual Amor de Improviso; A hora em que não sabíamos nada uns dos outros, de Peter Handke;Loucura, compilação de textos a respeito do tema e A Ilha Desconhecida, adaptação da obra de José Saramago. Também como diretor encenou, entre outras, A Tragédia de Romeu e Julieta, de William Shakespeare vencedora do Prémio Femsa 2010 de e melhor ator; O Homem a Besta e Virtude, de Luigi Pirandello, Eldorado, de Santiago Serrano; A Entrevista, de Samir Yazbek indicada ao Prêmio Shell 2005 de melhor atriz; Esperando Godot, de Samuel Beckett; Chuva Pasmada, adaptação de Cássio Pires da obra homônima de Mia Couto; Terror e Miséria no 3º Reich, de Bertolt Brecht, Pai, de Cristina Mutarelli, O Rei dos Urubus e Rua do Medo, de Leo Cortez; Mal Necessário, de Cássio Pires; Enamorados, entre outras. Durante dez anos integrou a Cia. Razões Inversas sob direção de Marcio Aurélio.

Canto Produções
Criada por André Canto em 2010, a Canto Produções traz consigo todo o repertório de seu fundador para a área de produções artísticas. Como produtor executivo atuou em empresas como Buriti Filmes e Canal Azul Produções, trabalhando com cineastas de referência como Di Moretti, Kátia Lund, Laís Bodanzky, Lina Chamie, Luiz Bolognesi e Ugo Giorgetti, em trabalhos para cinema e TV. Nas artes cênicas, integrou o Grupo Tapa de Eduardo Tolentino entre 2004 e 2010.

 

Dentre as peças produzidas pela Canto Produções destacam-se: A Noite das Tríbades, de Per Olov Enquist, com direção de Malú Bazán (eleito o melhor espetáculo da cidade de São Paulo pela Veja São Paulo), Não se brinca com o amor, de Alfred de Musset, com direção da atriz e diretora francesa Anne Kessler, da Comédie-Française, espetáculo produzido em comemoração aos cinquenta anos do Teatro Aliança Francesa, e o espetáculo Dissecar uma Nevasca, de Sara Stridsberg, coprodução Brasil-Suécia, com direção da atriz e diretora sueca Bim de Verdier, com apresentações no SESC Belenzinho entre janeiro e fevereiro de 2015. Atualmente, assina a produção do longa-metragem ficcional Dias Nublados, projeto em coproducão com o Chile, e é parceiro da HomeMadeFilms no documentário Hilda Hilst Pede Contato, sobre a escritora e poeta Hilda Hilst.

 

A Canto Produções também trabalha em parcerias nacionais e internacionais para trazer espetáculos de qualidade a cidade de São Paulo, onde está sediada, e a outras regiões do país.

 

Ficha técnica:

Ignácio de Loyola Brandão

Rita Gullo

Marcelo Lazaratto (direção e iluminação)

Edson José Alves (violão e arranjos)

Florência Saraiva (técnica de som))

Produção Executiva: Ana Carolina Raymundo e Lili Molina

Direção de Produção: André Canto

Produtora Associada: Rita Gullo

Realização: Canto Produções

Serviço

Estreia: 10 de maio

Duração: 70 minutos

Classificação – 12 anos

Onde: Teatro Eva Herz

Capacidade: 198 lugares

Endereço: Avenida Paulista 2300 – dentro do Conjunto Nacional

Temporada: de 10 de maio a 26 de julho Terças, às 21h
Ingresso: R$ 50,00 inteira e R$ 25,00 meia.
Bilheteria: terça a sábado, das 14h às 21h, domingos, das 12h às 19h. Ingresso rápido (11) 40031212

Até 26 de julho

Veja Também

Conjunto Instrumental Feminino Uniara faz série de apresentações no final do ano

Primeiro concerto está agendado para o dia 17 de novembro, às 19h30, no 2º Sarau …

Produtor do NEAD da Uniara ministra oficina voltada à área audiovisual, em Portugal

Atividade será realizada entre os dias 23 e 28 de outubro, na cidade de Torres …

Artista de rua surpreendido por Steven Tyler participou do Parlamento Jovem Brasileiro

A Câmara dos Deputados recebeu nessa semana, a 14ª edição do Parlamento Jovem Brasileiro (PJB), …