Home / Notícias / Recém-formados e aluno de Engenharia Agronômica da Uniara estudam controle biológico de pragas em canaviais

Recém-formados e aluno de Engenharia Agronômica da Uniara estudam controle biológico de pragas em canaviais

Objetivo foi tentar diminuir custos de produção e melhorar qualidade da matéria prima

Tendo a plantação de cana-de-açúcar como foco e com a preocupação de tentar diminuir os custos de produção e melhorar a qualidade da matéria-prima nos setores industrial e agrícola, os recém-formados no curso de Engenharia Agronômica da Universidade de Araraquara – Uniara, Jéferson Leandro de Freitas e Gustavo Ramos Inácio, e o estudante da graduação, Jorge Luiz Santarosa, desenvolveram, como Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, um estudo com o objetivo de unir duas operações realizadas no cultivo da cana-de-açúcar – controle biológico de pragas e controle de plantas daninhas infestantes – para possibilitar a diminuição de intervenções e reentradas nos canaviais, “melhorando a qualidade e a produtividade da cultura”.

“Utilizamos alguns dos princípios ativos fundamentais no controle de plantas daninhas, em consórcio com o agente biológico Metarhizium anisopliae, usado em nosso projeto para controle de uma das principais pragas da cultura – a cigarrinha das raízes Mahanarva fimbriolata. Observamos, em condições laboratoriais, o desenvolvimento do fungo em meio de cultura, com oito repetições para cada tratamento de cada princípio ativo, avaliando a viabilidade do consórcio entre os dois manejos”, detalha Freitas.

Como conclusão do TCC, intitulado “Influência de herbicidas utilizados na cana-de-açúcar sobre o fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae” e orientado pelo professor Rogério Teixeira Duarte, o ex-aluno aponta que os princípios ativos “Diurom+Sulfentrazona” e “Clomazona” foram considerados tóxicos ao fungo, “ou seja, impossibilitaram seu desenvolvimento parcial ou completo”. “Já o princípio ativo ‘Tebutiurom’ foi considerado moderadamente tóxico ao organismo, ou seja, proporcionou que ele apresentasse desenvolvimento em meio de cultura”, comenta o Freitas, que ressalta, entretanto, que a pesquisa foi desenvolvida em condições laboratoriais, “e os resultados em campo podem apresentar variações devido às condições edafoclimáticas, sendo, portanto, uma possível continuidade do estudo”.

O professor Teixeira lembra que, pelo fato de o ‘Tebutiurom’ não prejudicar de sobremaneira o desenvolvimento do M. anisopliae, “é um potencial agrotóxico a ser recomendado, haja vista a sua seletividade para com esse microrganismo”. “Assim sendo, dentro do cenário agrícola atual, que busca tornar os processos cada vez mais eficientes, esse TCC buscou otimizar a questão do uso de herbicidas na cultura da cana-de-açúcar”, explica.

Freitas destaca a relevância social do projeto “uma vez que, diretamente, sugere a diminuição de operações e reentradas nos canaviais, ou seja, levaria menos horas de máquinas trabalhando e, com isso, menos consumo de diesel, menos poluição, melhor qualidade do ar e diminuição de gases contribuintes para o efeito estufa, entre outros fatores”.

Informações sobre o curso de Engenharia Agronômica da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Veja Também

Professora de Jogos Digitais da Uniara dá dicas de games para as férias

As férias são garantia de diversão para o público amante de videogames. Aproveitando o período, …

Alunos de Design Digital da Uniara desenvolvem nova identidade visual de marca, em seu TCC

Estudantes explicam que projeto torna o estabelecimento mais convidativo a novos clientes Os estudantes do …

Yashuda participa da formatura da 88ª Turma da Odontologia da Unesp de Araraquara

O presidente da Câmara de Araraquara, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB), participou na noite dessa quinta-feira …