Home / Turismo / Sebrae vai implantar o Turismo Rural em Araraquara

Sebrae vai implantar o Turismo Rural em Araraquara

Oficina de planejamento estratégico e participativo identifica inoperância da coordenadoria municipal de turismo e eventos

Theo - Philippe - Luiz (2)
Théo Bratfisch com Philippe Figueiredo e Luiz Felipe Cavallari

Foi realizada na última quarta-feira, em 18 de maio, no auditório do Sebrae Araraquara, a Oficina de Planejamento Estratégico e Participativo que tem o papel de organizar todo o processo da cadeia produtiva do Turismo Rural, que inclui o levantamento das necessidades de infraestrutura pública e de equipamentos turísticos do município com captação de recursos para ativação de bens e serviços com promoção de vendas de produtos e serviços ao setor turístico e aos consumidores finais, turistas e visitantes. Estão contemplados quatro projetos regionais, sendo no Vale do Ribeira, Vale do Paraíba, Barretos e o projeto de Turismo Rural de Araraquara em parceria com o Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.
Esse projeto do Serviço Brasileiro de Apoio às Empresas – Sebrae, tem por objetivo trabalhar com os pequenos produtores rurais com mapeamento de atrativos turísticos em potencial para formatação de novos roteiros turísticos no interior paulista, visando atingir resultados dentro de três anos, até 2018. Para a gestão de todo o processo de implantação desse projeto, será utilizada uma ferramenta online do Sebrae, chamada de Sistema de Informação da Gestão Estratégica Orientada para Resultados – SIGEOR com acesso público.
“O projeto visa desenvolver parcerias locais para desenvolvimento da cadeia produtiva do Turismo Rural que utiliza técnicas e metodologias próprias para uma sequência lógica e integrada”, disse o eng.-agr. Luiz Felipe Cavallari, consultor de negócios do Sebrae Araraquara que apresentou a mecânica do projeto com dinâmica de grupos sob coordenação de Isley Gianetti Napolitano, consultora de projetos Sebrae.
No período da tarde, aconteceu a palestra de Philippe Figueiredo, licenciado pelo Ministério do Turismo como coordenador nacional do Sebrae para implantação de projetos de Turismo Rural, Ecoturismo e Turismo de Aventura, que apresentou os cenários, interfaces e cases. As três modalidades agrupadas valorizam o patrimônio cultural e natural com envolvimento da comunidade local, onde os turistas e visitantes buscam o contato com a natureza e a experiência da ruralidade pelo contato com o homem do campo. Com relação aos aspectos naturais o Brasil ocupa o primeiro lugar no mundo e o segundo lugar dentre os países mais competitivos do mundo, haja vista que em dois anos conquistamos dois grandes eventos mundiais, sendo a Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016. Paulo Henrique Bueno Tavares, coordenador estadual de serviços do Sebrae-SP estará dando suporte para a implantação dos projetos regionais que estão contemplados.
Para o publicitário Théo Bratfisch, presidente da ABATur – Associação de Bueno de Andrada para Cultura e Turismo Rural, esse projeto do Sebrae se torna essencial e deve ter interseções com o Plano Diretor de Turismo Municipal.

Veja Também

Alesp aprova os primeiros municípios de interesse turístico

Municípios passam a ter o direito de receber recursos do Fundo de Melhoria dos Municípios …

Alunos do Curso Técnico em Guia de Turismo, ligado à Uniara, realizam aula prática e visita técnica a Brotas

Atividades foram ministradas na última semana Na última semana, alunos do I módulo do Curso …

ABATur participa do Comtur

Câmara Municipal inclui entidade pioneira e representativa para Cultura e Turismo Rural com ênfase na …